Sibutramina: remédio para emagrecer

A sibutramina é um medicamento prescrito para auxiliar no tratamento da obesidade. Ele age no sistema nervoso central reduzindo o apetite e ajudando na perda de peso. No entanto, como qualquer medicamento, a sibutramina pode ter efeitos colaterais e só deve ser usada sob orientação médica. Entenda mais sobre o seu funcionamento e quando é indicado seu uso.

por Elisangela Moraes
Sibutramina: remédio para emagrecer

Publicidade
Sibutramina: remédio para emagrecer

 

Outras sugestões:

 

O que é a sibutramina?

A sibutramina é um medicamento utilizado para tratar a obesidade. Ele age no sistema nervoso central, inibindo a recaptação de serotonina e noradrenalina, neurotransmissores responsáveis por regular funções como sono, dor e humor. Dessa forma, o remédio age reduzindo o apetite, favorecendo a perda de peso. 

Publicidade

O medicamento só deve ser usado sob orientação médica e pode ter efeitos colaterais, como, por exemplo, aumento da pressão arterial e taquicardia. Por isso, é importante seguir as instruções do médico e informá-lo sobre qualquer efeito colateral que possa ocorrer durante o tratamento.

 

Quem deve tomar sibutramina?

A sibutramina é indicada para o tratamento da obesidade em pacientes com índice de massa corporal (IMC) igual ou superior a 30 kg/m². Em alguns casos, também pode trazer benefícios para pacientes com IMC igual ou superior a 27 kg/m² que apresentem comorbidades relacionadas à obesidade, como diabetes tipo 2, hipertensão arterial e outras condições de saúde. 

No entanto, o uso da sibutramina deve ser sempre avaliado pelo médico, levando em consideração o histórico médico do paciente e possíveis riscos e benefícios do tratamento.

Além disso, o medicamento possui tarja preta, o que significa que pode causar dependência e outros problemas de saúde. Por isso,  a venda do medicamento é sob prescrição médica.

 

Nomes comerciais comuns do medicamento

No mercado, a sibutramina é encontrada por diversos nomes, como:

  • Reductil
  • Sibus
  • Biomag
  • Plenty
  • Vazy
  • Slenfig
  • Sibutran

É importante lembrar que a comercialização do medicamento sem receita médica é proibida. Dessa forma, sempre desconfie caso veja anúncios de venda da medicação na internet.

 

Preço médio

O preço pode variar dependendo da marca, da dosagem e, até mesmo, da quantidade de comprimidos inclusos na embalagem.  Em média, uma caixa com 30 comprimidos de 15mg pode custar entre 50 e 60 reais. Já uma caixa que contém 60 comprimidos de 15mg cada, pode atingir até 100 reais, por exemplo.

 

Efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns do medicamento incluem boca seca, constipação intestinal, dor de cabeça, insônia e aumento da pressão arterial. Em alguns casos mais graves, pode ocorrer taquicardia, convulsões, alucinações e problemas hepáticos. 

Por isso, é importante que seu uso seja acompanhado por um médico e que os pacientes informem imediatamente qualquer efeito colateral que possa ocorrer durante o tratamento.

 

Formas de administração da sibutramina

O consumo do medicamento é desejável pela manhã ou um pouco antes de uma refeição.

Normalmente, as cápsulas possuem de 10 a 15 miligramas e os horários e dosagens são administradas por um médico, levando em consideração o quadro de cada paciente.

 

Superdosagem

Em caso de superdosagem de sibutramina, é importante procurar ajuda médica imediatamente. Os sintomas de superdosagem podem incluir, por exemplo: aumento da pressão arterial, taquicardia, agitação, convulsões e até mesmo coma. Por isso, nunca tome mais do que a dose prescrita pelo seu médico.

 

Contraindicações

A sibutramina não é contraindicada para algumas pessoas. Dentre elas estão:

  • Pessoas com histórico de doenças cardiovasculares;
  • Indivíduos com hipertensão arterial não controlada;
  • Pacientes com distúrbios alimentares;
  • Indivíduos com glaucoma;
  • Pessoas com hipertireoidismo;
  • Pacientes com insuficiência renal ou hepática;
  • Gestantes;
  • Crianças e adolescentes;
  • Idosos;
  • Alérgicos a algum componente do medicamento;

 

Interações medicamentosas

Além das contraindicações mencionadas, é importante tomar algumas precauções ao usar sibutramina. Por exemplo, não se deve misturar o medicamento com outros remédios para perda de peso ou antidepressivos, principalmente inibidores da monoaminoxidase (IMAOs). 

Também é importante evitar o consumo de álcool durante o tratamento, pois pode aumentar o risco de efeitos colaterais no sistema nervoso central. Então, sempre siga as instruções do seu médico e informe-o sobre quaisquer outros medicamentos que esteja tomando.

 

Como usar sibutramina com segurança e eficácia?

Para usar sibutramina com segurança e eficácia, é importante seguir as instruções do seu médico e tomar a dose prescrita no horário correto. 

 Além disso, é importante manter uma dieta saudável e praticar exercícios físicos regulares durante o tratamento, evitando o consumo de álcool e certos medicamentos em conjunto.

Se você sentir qualquer efeito colateral ou desconforto, informe imediatamente o seu médico. Nunca tome mais do que a dose prescrita ou use sibutramina sem a orientação de um profissional de saúde. Dessa forma, o uso do medicamento é seguro e mais eficaz.

 

(Autor: MedTV – DrJulioMassao)

 

Referências

  • CAMPOS, Larissa Soares et. al.. ESTUDO DOS EFEITOS DA SIBUTRAMINA. Revista UNINGÁ Review. 20. 3; 2014;
  • Sibutramine. European Medicines AgencyDrugs.com. Disponível em: https://www.ema.europa.eu/en/medicines/human/referrals/sibutramine. Acesso em 13 de abril de 2023.

 

Post relacionados

Deixe um comentário

Dicas e Receitas no whatsapp!