Distensão Abdominal: Causas e tratamentos

por Elisangela Moraes
Distensão Abdominal: Causas e Tratamentos

A distensão abdominal é um problema comum que pode ser causado por uma variedade de fatores. Desde excesso de gases, até constipação ou doenças mais graves. Por isso, é importante entender os sintomas e tratamentos disponíveis para lidar com esse desconforto. 

Publicidade
Distensão Abdominal: Causas e Tratamentos

 

Publicidade

Outras sugestões:

 

O que é distensão abdominal?

A distensão abdominal é uma condição em que a região do abdômen fica inchada e distendida. Isso pode causar desconforto, dor e uma sensação de inchaço.

O problema pode surgir por uma série de fatores, incluindo excesso de gases, constipação, intolerância alimentar, síndrome do intestino irritável e até mesmo doenças mais graves, como câncer de cólon ou obstrução intestinal. 

Por isso, é importante procurar um médico se você estiver enfrentando sintomas de distensão abdominal, para que possa ser feito um diagnóstico adequado e um plano de tratamento possa ser iniciado.

 

(Autor: Annie Bello, Nutricionista PhD

 

Sintomas 

Os sintomas da distensão abdominal podem variar dependendo da origem do problema. 

Porém, alguns dos sintomas mais comuns são:

-Inchaço na região abdominal

-Desconforto ou dor no abdome

-Gases em excesso

-Eructação frequente (arrotos)

-Náuseas e, até mesmo, vômitos. 

Em casos mais graves, pode haver dificuldade em respirar devido à pressão exercida no diafragma.

 

Quais as principais causas?

Existem várias causas comuns de distensão abdominal, mas as mais comuns são:

 

Excesso de gases no intestino

O excesso de gases no intestino é uma das principais causas de distensão abdominal. 

Isso ocorre quando há acúmulo de gases no trato gastrointestinal, resultando em desconforto e sensação de inchaço. 

Os gases podem ter origem durante a digestão de certos alimentos, como feijão, brócolis, repolho e refrigerantes. 

Além disso, engolir ar em excesso ao comer ou beber rapidamente, também pode contribuir para o acúmulo de gases. 

Para aliviar esse problema, é recomenda-se evitar alimentos que causem gases, mastigar devagar, e evitar falar enquanto come. 

 

Constipação ou prisão de ventre

A constipação ou prisão de ventre é outra causa comum de distensão abdominal. Isso ocorre quando há dificuldade em evacuar, resultando em fezes endurecidas e ressecadas.

A constipação pode ser causada por uma série de fatores, como, por exemplo: falta de fibras na dieta, falta de atividade física, desidratação e uso excessivo de medicamentos.

Para aliviar a constipação, é recomendado aumentar a ingestão de fibras, beber bastante água, praticar exercícios regularmente e evitar o uso excessivo de laxantes. 

Em casos persistentes,  é importante consultar um médico para avaliar a causa e receber o tratamento adequado.

 

Intolerância alimentar, como lactose ou glúten

A intolerância alimentar, como a intolerância à lactose ou ao glúten, também pode causar distensão abdominal. 

Essas condições ocorrem quando o corpo não consegue digerir corretamente certos alimentos, resultando em sintomas como inchaço, gases e desconforto abdominal.

A intolerância à lactose ocorre quando o corpo não produz quantidade suficiente da enzima lactase, necessária para digerir a lactose, encontrada em produtos como leite e derivados. 

Já a intolerância ao glúten é uma condição em que o sistema imunológico reage negativamente à proteína encontrada no trigo, cevada e centeio. 

Por isso, para aliviar os sintomas da intolerância alimentar, recomenda-se evitar os alimentos que causam desconforto e procurar alternativas adequadas para uma dieta equilibrada. 

 

Síndrome do intestino irritável

A síndrome do intestino irritável (SII) é uma condição crônica que afeta o funcionamento do intestino. 

Os sintomas mais comuns da SII incluem dor abdominal, cólicas, diarreia e constipação. 

Embora não se saiba a causa exata do problema, fatores como estresse, dieta e sensibilidade intestinal podem desempenhar um papel no desenvolvimento da condição.

O tratamento da SII geralmente envolve mudanças na dieta, redução do estresse e, em alguns casos, medicamentos para aliviar os sintomas.

 

Doenças inflamatórias intestinais

As doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn e a colite ulcerativa, são condições crônicas que afetam o sistema digestivo.

Essas doenças são caracterizadas por inflamação e danos no revestimento do intestino, o que pode levar a sintomas como dor abdominal, diarréia, sangramento retal e perda de peso. 

A causa exata das doenças inflamatórias intestinais não é conhecida, mas acredita-se que uma combinação de fatores genéticos, ambientais e imunológicos desempenhe um papel no seu desenvolvimento. 

O tratamento para essas condições geralmente envolve medicamentos para controlar a inflamação, terapia nutricional e, em alguns casos, cirurgia.

É importante procurar um médico para obter um diagnóstico adequado e um plano de tratamento adequado nesses casos.

 

Tratamentos para distensão abdominal

Distensão Abdominal: Causas e TratamentosExistem várias opções de tratamento disponíveis para aliviar a distensão abdominal, dependendo da causa subjacente. 

Algumas medidas simples que podem ajudar incluem:

-Evitar alimentos que causam gases, como, por exemplo, feijão, brócolis e bebidas gaseificadas;

– Comer refeições menores e mais frequentes, em vez de grandes refeições;

-Beber bastante água para ajudar na digestão e evitar a constipação. 

Em casos mais graves, o médico pode prescrever medicamentos para aliviar os sintomas, como, por exemplo, antiácidos, laxantes ou medicamentos para reduzir a produção de gases. 

No entanto, caso a distensão tenha como causa doenças mais graves, como doença inflamatória intestinal ou obstrução intestinal, pode ser necessário um tratamento mais específico, como cirurgia ou terapia medicamentosa. 

 

Quando procurar ajuda médica?

É importante procurar ajuda médica se os sintomas forem persistentes, graves ou acompanhados de outros sintomas preocupantes, como sangramento retal, perda de peso inexplicada, febre ou vômitos frequentes. 

Além disso, se a distensão abdominal estiver afetando significativamente sua qualidade de vida ou interferindo em suas atividades diárias, é recomendável buscar orientação médica. 

Um médico poderá realizar exames e avaliações para determinar a causa do problema e recomendar o tratamento adequado. 

Portanto, não ignore os sintomas e não tente autodiagnosticar, pois apenas um profissional de saúde qualificado poderá fornecer um diagnóstico preciso e seguro.

 

Referências

Post relacionados

Deixe um comentário

Dicas e Receitas no whatsapp!