Dieta cetogênica: cardápio 7 dias

por Elisangela Moraes
Dieta cetogênica: cardápio 7 dias

A dieta cetogênica é um plano alimentar  que vem ganhando popularidade nos últimos anos. Saiba como a dieta cetogênica funciona e quais os cuidados que se deve tomar.

Publicidade
Dieta cetogênica: cardápio 7 dias

 

Publicidade

Outras sugestões:

 

Afinal, o que é a dieta cetogênica?

A dieta cetogênica é um plano alimentar  que induz o organismo a um estado metabólico chamado cetose. 

A cetose muda a principal fonte de energia de carboidratos para gorduras. 

No entanto, esse processo só é alcançado por meio de uma alta restrição de carboidratos e do aumento da ingestão de gorduras saudáveis e moderada ingestão de proteínas.

Na dieta cetogênica o consumo de carboidratos é reduzido drasticamente. A pessoa  geralmente ingere menos de 50 gramas por dia, e em alguns casos, menos de 20-30 gramas. 

Para isso, é necessário evitar alimentos ricos em carboidratos, como, por exemplo, pão, massas, arroz, batatas e alimentos ricos em açúcar.

 

Quem pode fazer a dieta cetogênica?

A dieta cetogênica é muito eficiente na perda de peso, porém ela é recomendada em alguns casos.

Geralmente, seu uso tem como função prevenir convulsões e crises de epilepsia, combater a obesidade grave, diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer.

Pessoas que desejam perder peso também podem recorrer a este plano alimentar, porém, neste caso, devem fazer um acompanhamento com um nutricionista.

 

Quem não pode fazer a dieta cetogênica?

A dieta cetogênica pode trazer benefícios, mas não é recomendável para algumas pessoas, como: indivíduos com doenças hepáticas graves, pessoas com problemas no pâncreas,  mulheres grávidas ou lactantes.

Além disso, pessoas com distúrbios da tireóide, indivíduos com transtornos alimentares, pessoas idosas ou debilitadas e pessoas que praticam atividades de alta intensidade também não devem aderir à dieta.

 

Benefícios e riscos da dieta cetogênica

A dieta cetogênica pode trazer vários benefícios para a saúde, aqui estão alguns deles:

 

Perda de peso

A dieta cetogênica ajuda a perda de peso de forma rápida, pois nela a redução da ingestão de carboidratos é reduzida. 

No entanto, vale lembrar que além de queimar gordura, ela também pode levar à perda de massa magra.

Por isso, o acompanhamento médico é fundamental.

 

Regula os níveis de glicose

Ela pode ajudar a regular os níveis de glicose no sangue, o que pode ajudar pessoas com diabetes tipo 2.

 

Regula o colesterol ruim

O plano alimentar pode diminuir os níveis de triglicerídeos, colesterol LDL (considerado “ruim”) e pode aumentar o colesterol HDL (considerado “bom”).

 

Reduz a inflamação

A  dieta cetogênica pode ter efeitos anti-inflamatórios, trazendo benefícios às pessoas com doenças relacionadas à inflamação crônica.

 

Contribui no tratamento da epilepsia

A dieta cetogênica auxilia no tratamento de alguns tipos de epilepsia, principalmente em crianças que não respondem bem a medicamentos antiepilépticos.

 

Como funciona o cardápio da dieta cetogênica?

A dieta cetogênica é restritiva, por isso, ela não deve ser feita por um longo período de tempo.

A baixa ingestão de carboidratos e outros nutrientes pode trazer muitos problemas de saúde, como, por exemplo, deficiências nutricionais e perda de massa muscular.

No cardápio da dieta são inclusos alimentos ricos em gorduras boas, proteínas e fibras, mas com baixa quantidade de carboidratos. Então, confira o cardápio abaixo:

 

Cardápio da dieta cetogênica: dia 1

Café da manhã: Omelete com 2 ovos + 1 copo de suco de morango com 1 colher de chá de sementes de chia hidratadas;

Lanche da manhã: 10 Framboesas + 1 colher de manteiga de amendoim.

Almoço/jantar: bolinho de carne com macarrão de abobrinha e queijo muçarela ralado

Lanche da tarde: 10 castanhas + 2 colheres de sopa de lascas de coco + 10 morangos.

 

Dia 2

Café da manhã: Ovos mexidos + Queijo muçarela ralado.

Lanche da manhã: 3 castanhas + 3 fatias de abacate.

Almoço/jantar: Salada com alface, cebola e frango em cubos + 5 castanhas de caju + azeite de oliva extra virgem + queijo branco e sementes de gergelim.

Lanche da tarde: Ovos mexidos com queijo e tomate.

 

Dia 3

Café da manhã: Vitamina de abacate com iogurte natural e 1/2 colher de sopa de linhaça;

Lanche da manhã: Vitamina de mamão com leite de coco + 5 nozes.

Almoço/jantar: Tilápia, salmão ou sardinha acompanhado de abacate + azeite extra virgem.

Lanche da tarde: Ovos mexidos na manteiga + queijo de coalho.

 

Dia 4

Café da manhã: 1 xícara de café sem açúcar + 2 ovos mexidos com 1 colher de sopa de óleo de coco.

Lanche da manhã: 1 punhado (20g) castanha-do-pará 

Almoço/jantar: 1 bife magro grelhado + folhas verdes e vegetais como abobrinha, repolho roxo, berinjela, brócolis, chuchu, regados com azeite extra virgem

Lanche da tarde: Uma porção morango

 

Dia 5

Café da manhã: 2 ovos cozidos + ½ xícara de framboesas.

Lanche da manhã: 1 iogurte natural sem açúcar + 4 castanhas.

Almoço/jantar: 2 bifes com uma porção de brócolis e tiras de pimentão com azeite.

Lanche da tarde: Vitamina de abacate com chia hidratada. 

 

Dia 6

Café da manhã: frango desfiado e ½ abacate +  rúcula.

Lanche da manhã: Gelatina zero açúcar e um punhado de frutas secas.

Almoço/jantar: Peixe grelhado + salada verde de rúcula, tomate, pepino e cebola roxa + 1 colher de sopa de azeite extra virgem + limão, temperos e sal.

Lanche da tarde: 1 iogurte natural zero açúcar + 1 colher de sopa de sementes de linhaça +1 fatia de queijo branco.

 

Dia 7

Café da manhã: 2 ovos + 2 fatias de abacate.

Lanche da manhã: ½ abacate + 2 colheres de pasta de amendoim.

Almoço/jantar: Frango em cubos ou filé grelhado + salada de couve temperada com óleo de coco.

Lanche da tarde: 6 morangos com creme de leite light + 1 colher de sementes de chia hidratadas.

 

(Video: Dr. Marcio Nutels)

 

Post relacionados

Deixe um comentário

Dicas e Receitas no whatsapp!