Tudo sobre o Dispositivo Intrauterino Mirena

por Elisangela Moraes
Tudo sobre o Dispositivo Intrauterino Mirena

O Diu Mirena é um método contraceptivo que está ganhando cada dia mais popularidades. Por isso, confira as vantagens e desvantagens do Mirena.

Publicidade
Tudo sobre o Dispositivo Intrauterino Mirena

 

Publicidade

Outras sugestões:

Afinal, quais as vantagens do DIU Mirena?

O DIU (Dispositivo Intrauterino) Mirena é um método contraceptivo hormonal de longa duração que oferece várias vantagens e desvantagens. 

No entanto, vale lembrar que ele causa alguns efeitos colaterais, e eles variam de pessoa para pessoa. Então, confira algumas das suas vantagens:

 

Contracepção eficaz

O Mirena é muito eficaz na prevenção da gravidez, com uma taxa de eficácia superior a 99%.

 

Possui longa duração

O dispositivo, ao ser colocado no útero, tem proteção contraceptiva por até cinco anos, (claro, isso vai depender do modelo).

 

Fluxo menstrual menos intenso

Uma grande parte das mulheres experimentam menstruações mais leves, e algumas até deixam de menstruar enquanto usam o Mirena.

Por isso, ele pode ser uma vantagem para quem sofre de menstruações dolorosas ou intensas.

 

Redução das cólicas Menstruais

Sem dúvidas, este é um problema que afeta uma grande parte das mulheres.

Por isso, nesses casos, o Mirena pode ser uma ótima opção, pois ele pode reduzir a intensidade das cólicas menstruais de forma eficiente.

 

Tratamento de problemas ginecológicos

Além do seu uso como método contraceptivo, o Mirena também é usado no tratamento de algumas doenças ginecológicas, como, por exemplo, endometriose e menorragia (sangramento menstrual excessivo).

 

Rápido e versátil

Após a remoção do DIU, a fertilidade geralmente retorna rapidamente.

 

Menos efeitos colaterais em relação aos anticoncepcionais comuns

Os hormônios liberados pelo mirena atuam diretamente no útero. Dessa forma, os efeitos colaterais são menores em relação aos métodos hormonais orais.

 

(Autor: DR. Igor Padovesi)

 

Quais as desvantagens do DIU Mirena?

Assim como há vantagens no uso do Mirena, há também algumas desvantagens, como:

 

Efeitos colaterais

Algumas mulheres podem apresentar efeitos colaterais durante o uso do DIU. 

Entre os sintomas mais comuns estão: dores de cabeça, acne, alterações no humor, ou dor e desconforto após a inserção.

 

Alto custo

O custo inicial do DIU Mirena e o procedimento de inserção podem ser altos, embora a longa duração compense esse custo ao longo do tempo.

 

A inserção pode ser desconfortável

Algumas mulheres relatam sintomas como, por exemplo, desconforto ou dor durante o procedimento.

Não protege contra doenças sexualmente transmissíveis 

É de grande importância entender que o DIU Mirena não protege contra DSTs. 

Por isso, sempre é aconselhável usar preservativos em conjunto com o DIU, para evitar contaminação.

 

Expulsão ou Perfuração Uterina

Embora seja raro, existe o risco de o DIU ser expulso ou perfurar o útero.

Neste caso, ele deve ser removido o mais rápido possível.

 

Ele não é indicado para todas as mulheres

Algumas condições de saúde podem impedir o uso do Mirena, como, por exemplo, o câncer de mama, doenças hepáticas ou problemas de coagulação do sangue.

 

Quanto custa um DIU Mirena?

O valor do dispositivo intrauterino Mirena pode variar entre R$ 800,00 a R$ 1.200.

 

DIU Mirena engorda?

O DIU Mirena, como outros métodos contraceptivos hormonais, pode contribuir para o  ganho de peso em algumas mulheres.

No entanto, é importante entender que muitos fatores podem contribuir para o ganho de peso, como, por exemplo, alimentação, falta de exercícios, genética e também fatores hormonais.

Por isso, é importante consultar um médico caso tenha algumas preocupações quanto ao uso de anticoncepcionais.

 

Quanto tempo o Mirena começa a fazer efeito?

O Mirena começa a agir sete dias após a sua aplicação.

Muitos ginecologistas recomendam o uso de um outro método contraceptivo junto ao DIU em um período de 30 dias.

 

Diferenças entre o DIU Mirena e o DIU de Cobre

Muitas pessoas têm dúvidas sobre os tipos de DIUs.

A principal diferença entre os dois está ligada ao efeito sobre a menstruação.

Por exemplo, o DIU de cobre causa um grande aumento do fluxo da menstruação, o que muitas vezes leva a piora das cólicas.

Já o Mirena diminui ou, até mesmo, bloqueia o fluxo menstrual.

Post relacionados

Deixe um comentário

Dicas e Receitas no whatsapp!