Como diminuir o estresse: 10 dicas práticas e eficientes!

por Elisangela Moraes
Como diminuir o estresse: 10 dicas práticas e eficientes!

O estresse é uma realidade cada vez mais presente nas vidas das pessoas, e suas consequências podem ser significativas para a saúde física e mental.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que, até 2030, o estresse se torne a principal causa de doenças no mundo. 

Nesse contexto, a busca por estratégias eficientes para reduzir o estresse torna-se fundamental. 

Publicidade

Neste artigo, apresentamos 10 dicas práticas embasadas em evidências para ajudar você a enfrentar o estresse e melhorar sua qualidade de vida. Então, confira.

Publicidade
Como diminuir o estresse: 10 dicas práticas e eficientes!

 

Outras sugestões:

 

Principais causas do estresse

Há várias circunstâncias que podem desencadear o estresse, estando relacionadas ao contexto em que a pessoa está inserida, bem como aos eventos que ela enfrenta. 

Aqui estão as principais causas de exaustão física e mental:

 

  • Dificuldade em conciliar as demandas da vida pessoal e profissional.
  • Conflitos conjugais persistentes.
  • Problemas financeiros.
  • Perda de entes queridos.
  • Exposição contínua a ruídos e barulhos ambientais.
  • Cobrança excessiva, seja de si mesmo ou de outros, quanto ao cumprimento de tarefas e prazos no ambiente de trabalho.
  • Insegurança no emprego, seja devido ao desemprego ou outras razões.
  • Eventos pessoais ou familiares significativos, como mudança de emprego, casamento ou gravidez.
  • Choque emocional resultante de traumas psicológicos ou físicos causados por acidentes.
  • Doenças que requerem cirurgia ou tratamento prolongado.
  • Desempenho insatisfatório em projetos e estudos.

 

Sintomas do estresse

Os sintomas do estresse podem variar de pessoa para pessoa e abranger diferentes áreas da saúde, incluindo física, mental e emocional. É importante estar atento a esses sinais para buscar o tratamento adequado. 

Abaixo estão alguns sintomas comuns do estresse:

 

Físicos:

  • Dores de cabeça frequentes.
  • Tensão muscular e dor no corpo.
  • Problemas de sono, como insônia ou sono excessivo.
  • Distúrbios gastrointestinais, como dor de estômago ou diarreia.
  • Palpitações cardíacas e aumento da pressão arterial.
  • Alterações no apetite, podendo levar a ganho ou perda de peso.

 

Emocionais:

  • Irritabilidade e impaciência.
  • Ansiedade constante.
  • Sentimentos de tristeza ou depressão.
  • Mudanças de humor repentinas.
  • Sentimento de desesperança ou falta de motivação.

 

Cognitivos:

  • Dificuldade de concentração e tomada de decisões.
  • Esquecimento frequente.
  • Pensamentos negativos recorrentes.
  • Preocupação excessiva com o futuro.

 

Comportamentais:

  • Isolamento social, evitando interações com amigos e familiares.
  • Aumento do consumo de substâncias como álcool ou tabaco.
  • Comportamentos impulsivos.
  • Procrastinação e dificuldade em cumprir prazos.

 

Sociais:

  • Conflitos interpessoais, incluindo brigas com amigos, familiares ou colegas de trabalho.
  • Retraimento social, evitando situações sociais.
  • Dificuldade em manter relacionamentos saudáveis.

Outros:

  • Queda de cabelo excessiva.
  • Problemas de pele, como acne ou eczema, que podem piorar.
  • Maior suscetibilidade a infecções devido ao enfraquecimento do sistema imunológico.

Lembrando que o estresse é uma resposta natural do corpo a situações desafiadoras, mas quando se torna crônico e persistente, pode levar a problemas de saúde mais graves. 

 

Se você está enfrentando sintomas de estresse que afetam significativamente sua qualidade de vida, é importante buscar ajuda de um profissional de saúde, como um psicólogo ou médico, para avaliação e tratamento adequados, como a psicoterapia online.

 

10 Dicas Práticas para Reduzir o Estresse

Para ajudar na sua jornada de uma vida mais leve, separamos alguma dicas bem válidas que ajudarão a diminuir o estresse e seus sintomas:

 

Evite cafeína, álcool e nicotina

Abstenha-se ou reduza o consumo de nicotina, cafeína e álcool. Essas substâncias são estimulantes e podem aumentar os níveis de estresse em vez de reduzi-los.

 

Relaxe a mente

Pratique exercícios que ajudam a acalmar a mente e, consequentemente, a reduzir o estresse e a ansiedade. 

A meditação, por exemplo, pode configurar as conexões neurais do cérebro, tornando-o mais resiliente ao estresse. 

A yoga também é uma excelente opção para fortalecer o corpo e proporcionar serenidade.

 

Alimentação adequada

Adote uma dieta equilibrada, que melhore a resposta do seu organismo ao estresse. Alimentos ricos em Ômega 3, como, por exemplo, sementes de chia, salmão e truta, beneficiam o sistema nervoso e combatem o esgotamento mental. 

Nozes, amendoim e bananas também promovem o bem-estar.

 

Pratique exercícios físicos

Combata o estresse saindo do sedentarismo. A prática regular de atividades físicas ajuda a reduzir a liberação de cortisol em situações estressantes. Além disso,  estimula a produção de endorfina, o hormônio do bem-estar. 

Por isso, recomenda-se pelo menos 30 minutos de exercício diário, com preferência para atividades aeróbicas, como caminhadas, corridas e ciclismo.

 

Durma bem

A falta de sono é uma grande fonte de estresse. Maximizar o relaxamento antes de dormir é essencial. Garanta que o seu quarto seja um ambiente tranquilo, livre de distrações estressantes. 

Evite cafeína e álcool à noite, e pare com atividades mentais intensas horas antes de dormir. Estabeleça uma rotina de sono regular.

 

Conecte-se

A dimensão social da saúde é vital. Cultive relacionamentos positivos com familiares e amigos, pois o apoio social é fundamental para enfrentar desafios e compartilhar momentos felizes. 

Livre-se de relações que já não acrescentam à sua vida.

 

Celebre pequenas conquistas.

Valorize as coisas positivas em sua vida e comemore pequenas realizações, pois esses momentos de felicidade renovam suas energias.

 

Pratique a gratidão

Diariamente, reflita sobre o que você é grato. Cultivar uma mentalidade de gratidão ajuda a reconhecer aspectos positivos da vida que muitas vezes passam despercebidos na rotina.

Lembre-se de que cada pessoa tem seu próprio ritmo para reduzir o estresse. 

Além disso, consultar um profissional especializado é importante para identificar as causas e receber o tratamento adequado.

 

Aprenda a dizer “não”

Evite sobrecarregar-se com responsabilidades adicionais. Aprender a recusar solicitações desnecessárias pode reduzir o estresse e fortalecer sua autoconfiança.

 

Procure ajuda profissional especializada

Se o estresse atingir níveis elevados e você não conseguir lidar sozinho, busque a orientação de um psiquiatra ou um atendimento psicológico online

Eles podem indicar a terapia e a medicação adequadas para suas necessidades.

Ao aplicar essas dicas para reduzir o estresse, você aumenta suas chances de evitar os impactos desse problema tão comum na sociedade contemporânea. 

Cuidar do corpo e da mente promove saúde, tranquilidade, felicidade e qualidade de vida.

Em um mundo cada vez mais agitado, o estresse se tornou uma constante na vida da maioria das pessoas. 

No entanto, não precisamos permitir que ele tome conta de nossas vidas. As 10 dicas práticas compartilhadas neste artigo oferecem um ponto de partida para combater o estresse de maneira eficaz.

Lembre-se de que a saúde física e mental é um bem precioso, e investir em estratégias para reduzir o estresse é um passo significativo em direção a uma vida mais equilibrada e saudável. 

Ao adotar essas práticas, você estará no caminho certo para conquistar mais tranquilidade, felicidade e qualidade de vida.

 

Post relacionados

Deixe um comentário

Dicas e Receitas no whatsapp!